Como ir para a Disney?






Viajar para o exterior muitas vezes pode ser um desafio. Lidar com questões como um novo ambiente, uma nova cultura, gastos, entre outras coisas, pode ser muito complexo e desmotivante, não é mesmo?

Entretanto, em geral, essas experiências estão também relacionadas com a realização de um sonho, sendo importante superar essa barreira inicial para finalmente conquistá-lo.

Viagens transformam a nossa forma de encarar o mundo e tudo começa com a escolha do destino. Dito isso, existe uma certa magia quando pensamos em locais como a Disney, por exemplo.

Ainda que existam dúvidas a respeito de como tirar do papel um plano como esse, te adiantamos: realizá-lo não precisa ser algo de outro mundo.

Pensando nisso, nesse artigo daremos um passo a passo para acabar de uma vez por todas com as suas dúvidas sobre como ir para a Disney. Confira!

Realizando o sonho de ir para a Disney

A etapa crucial para tirar qualquer meta do papel é sempre um bom planejamento. Se essa primeira parte não for bem elaborada as chances de seus planos irem por água abaixo são muitas!

Dito isso, é importante ressaltar que o planejamento envolve múltiplos fatores e você deve estar sempre atento a todos eles.

Vamos descobrir, portanto, o que não pode faltar nessa sua viagem?

 

  • O passaporte e o visto

Por estar se dirigindo a outro país, diferentemente das viagens realizadas em território nacional, você irá precisar tirar o passaporte e ter um visto para assegurar a sua entrada.

Nesse sentido, para o primeiro o processo é relativamente simples, devendo ser realizado junto a Polícia Federal. Para isso, você deverá levar os documentos necessários, pagar uma taxa e agendar uma visita.

Assim, no site deles você terá acesso a todas as informações que necessitar.

Por outro lado, para tirar o visto talvez seja um pouco mais demorado, porque o mesmo é uma autorização da sua estadia, logo, você precisará fazer entrevistas, entrar em contato com o consulado, etc.

Porém, não se desespere. A Disney é um destino muito comum, então frequentemente tudo ocorre sem grandes complicações.

 

  • O orçamento

A seguir, pense no orçamento, o quanto você está disposto ou pode a gastar. Evidentemente, existem diversos fatores que influenciam o valor final, entretanto, é bom estabelecer uma base e um teto de gastos para você ter um melhor controle.

Assim, esse item está diretamente relacionado com os seguintes e impactará o modo como você irá fazer a sua viagem.

 

  • A época da sua viagem

O próximo passo a ser dado aqui é, portanto, a escolha da época em que você fará a sua viagem. Essa parte é importante, pois definirá se você irá em alta ou baixa temporada e, consequentemente, o quanto você acabará gastando.

Ir em épocas menos disputadas, além de ser bom pro seu orçamento, que é uma parte muito importante, também garantirá que você não encontre os parques superlotados, podendo desfrutar deles de forma melhor.

Assim, caso você tenha flexibilidade, esse ponto é algo a ser levado em consideração.

 

  • A hospedagem

Nesse tópico as opções são muitas. Isso porque além dos hotéis e resorts localizados dentro da Disney e da Universal, há também uma vasta quantidade no entorno deles.

Logo, leve em consideração o que é realmente importante pra você: conforto, alimentação, segurança, infraestrutura, etc.

 

  • A passagem e o seguro viagem

Para viajar para a Disney não há outro jeito, você terá que ir de avião e arcar com a sua passagem. Desse modo, tente comprar com antecedência e pesquise por promoções.

Além disso, é importantíssimo ter um seguro viagem, pois o mesmo certificará que caso ocorra algum acidente durante o seu passeio você esteja devidamente assistido ou assistida.

Acredite: atendimento médico fora do Brasil é realmente caro e vale mais a pena fechar algum tipo de plano se você tiver essa opção.

 

  • A escolha das atrações

Por fim, para um planejamento de sucesso e a realização de conhecer a Disney, é essencial escolher as atrações e comprar os ingressos assim que possível. Não deixe para escolher nada na hora, pois isso acabará te rendendo algumas dores de cabeça.

Além disso, existem programações que só ocorre durante um certo período de tempo, logo, se você não se atentar a isso é possível que você as perca eventualmente.

Se você gostou desse artigo, não deixe de conferir nossas outras publicações.

Reply